5 Métricas De Sucesso Que A Sua Empresa Deve Acompanhar

Métricas de Sucesso

Uma empresa, para atingir o sucesso, deve seguir padrões. Estes padrões irão clarificar a forma como a empresa está a ser ou não bem-sucedida e há várias formas de perceber se é isso mesmo que está a acontecer. Assim sendo, hoje vamos falar de 5 métricas às quais uma empresa deve prestar periodicamente atenção.

LTV – Lifetime Value

Traduzido para a língua de Camões como “valor do tempo de vida do cliente”, esta é uma métrica do marketing e de vendas que tem a função de avaliar a potencial receita e lucros futuros gerados por um cliente. Através desta podemos medir qual a importância de um cliente para a empresa, sabendo quanto esses clientes irão investir no produto.

Isto é essencial na medida em que permitirá à empresa ter uma noção de como deve ser toda a abordagem e relacionamento com cada tipo de cliente, sendo que esta relação se quererá mais extensa quanto mais produtiva for.

CAC – Custo de Aquisição de Clientes

Considerado por alguns como a métrica mais importante para uma startup, o CAC pretende garantir um equilíbrio entre os gastos e a aquisição de clientes. Sendo um ponto básico na vida de qualquer empresa, o objetivo será sempre procurar obter a maior base de clientes possível com o menor custo.

Para tal, o investimento nas campanhas de marketing e publicidade terão sempre de ser compensatórios face ao número de clientes adquiridos, o que nem sempre é fácil e exige grande disciplina e organização por parte de uma entidade, que terá de equilibrar tudo isto com os gastos em softwares de gestão, plataformas e restantes softwares de marketing.

NPS – Net Promoter Score

Esta é talvez uma métrica com a qual muita gente está já familiarizada. A relação entre a empresa e o cliente existe desde cedo e esta relação entre ambos é fulcral tanto para um negócio presente como para um negócio futuro. Assim, o NPS pretende precisamente medir qual o grau de satisfação do cliente, quão boa é a relação entre este e a empresa.

Para que uma boa relação floresça, é necessária uma flexibilização por parte da empresa, bem como especial atenção às necessidades da sua base de clientes.

Churn Rate – Taxa de Desistência

Sendo uma métrica bastante importante para empresas que necessitem de uma relação relativamente contínua para com o cliente, a Taxa de Desistência é especialmente importante na medida em que determina qual a perseverança de um cliente. Isto permite à empresa concluir o que está a fazer os seus clientes desistirem do seu produto ou não, sendo que, obviamente, há uma procura por reduzir ao máximo esta taxa.

Taxa de Conversão

Por último, falaremos da Taxa de Conversão. Esta irá variar dependendo do contexto e mercado. O vendedor de um carro terá uma taxa de conversão diferente de um vendedor de roupa. Assim, esta taxa prende-se com a forma como uma interação, ato ou evento gerou um lucro, um acréscimo, um produto extra e que, de outra forma, não aconteceria. Assim, esta Taxa de Conversão deverá sempre crescer periodicamente, reflectindo um acréscimo no reaproveitamento das relações para com o cliente.

Analisar as métricas referidas neste artigo é fundamental para qualquer empresa que pretende estar um passo a frente da concorrência, no entanto para facilitar esse processo é necessário que a mesma tenha a sua disposição tecnologia para isso.


  • CENTRALIZE ONLINE A INFORMAÇÃO DOS SEUS CLIENTES

    Com o CRM que é facil de usar, personalizar e automatizar às necessidades da sua empresa

Deixe um comentário

avatar
  Subscrever  
Notificar-me em